Prezados Amigos,

Os Israelitas viveram por centenas de anos em escravidão no Egito, submetidos a trabalhos pesados, sofrimento, dor e castigo. Estavam sob o comando de um rei impiedoso e carrasco, que só se importava com o crescimento de seu reinado e em perpetuar-se na história.

No entanto, Deus que é justo, vendo o que se passava com o povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele o poder necessário para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que comessem ervas amargas para lembrarem do sofrimento no Egito, pão sem fermento, por que deveriam sair com pressa, e que sacrificassem um cordeiro por família.

Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em judaico significa passagem, nesse caso, da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.

Jesus Cristo trouxe mais um significado à Páscoa, com a mensagem da salvação, do amor, da reconciliação entre o homem e Deus e da esperança em uma vida melhor. Trouxe o ensinamento para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época e nos dias atuais. A morte de Jesus Cristo representa o fim dos sofrimentos e a vitória sobre a morte e o pecado. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, baseada na vontade de Deus.

Hoje, também passamos por momentos difíceis em nosso país, nosso povo também sofre com a corrupção e a mentira de maus governos, pois colhe os amargos frutos plantados por gestores que trabalham apenas para si. É afligido pela violência, a falta de estrutura, a deficiência na educação, na saúde e na administração pública.

Por outro lado, também vemos que os ensinamentos de Cristo têm sido esquecidos, como o amor ao próximo, a honestidade, o fortalecimento das famílias e o compromisso com a verdade.

Que nesta Páscoa possamos refletir sobre os ensinamentos de Cristo e também orarmos para que nossa nação seja livre da corrupção, a fim de que tenhamos dias melhores.

 

Feliz Pascoa! Jesus é o nosso Cordeiro Pascoal!!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *