Após manifestação de evangélicos, gestor autocrata é deposto em País africano
21 de novembro de 2017
Congresso celebra 100 anos da Assembleia de Deus do AM
30 de novembro de 2017

Dois pesos e duas medidas

Prezados,

Em todos os meus pronunciamentos faço questão de mencionar o meu compromisso com a verdade e justiça. Sou um parlamentar de primeiro mandato e minhas ações tem sido coerentes com meu discurso. Não tenho corrupto de estimação e isso pode ser facilmente comprovado com meus votos.  Para a continuidade de investigações sobre denuncia de corrupção, votei contra Dilma Rousseff, Eduardo Cunha e Michel Temer. Creio que toda e qualquer denúncia deve sim ser investigada.

E é por ter essa consciência que quero aqui fazer um elogio, mas também uma critica ao reitor do Colégio Pedro II, Oscar Hallac. Devo reconhecer e parabeniza-lo por solicitar à Policia Federal, trabalho educativo com os alunos, após a PF apreender pelo menos dez alunos da unidade do Humait, na tarde de sexta-feira (24). Eles são acusados de consumir e distribuir drogas dentro da unidade. Confira a nota emitida pelo colégio (aqui)

Infelizmente a mesma atitude não foi adotada pelo reitor Oscar, quando o diretor da unidade de São Cristóvão do Colégio Pedro II, Bernardino Matos, foi preso, na terça-feira (21), por falso testemunho. Em depoimento, o diretor teria afirmado não saber que uma jovem de 12 anos sofreu por três vezes violência sexual e discriminação por parte de alunos, com idade entre 15 e 17 anos. A fala contraria a versão de diversas testemunhas do processo, o que fez a juíza interpretar como falso testemunho a fala do diretor. No final o Diretor acabou pedindo desculpas e foi liberado.

Hallac também emitiu uma nota (clique aqui ), mas não com pedido para que as investigações continuem e sim demostrando solidariedade ao diretor. A pergunta que fica é: porque ele também não pediu a PF para o caso de prevaricação do diretor?   Até agora não temos conhecimento de nenhuma ação do reitor nesse sentido, e se isso for mesmo verdade, Oscar poderá responder por conivência.

Não se pode ter dois pesos e duas medidas. O colégio Pedro II tem sido palco de muita confusão, palco de ações arbitraria. Queremos um Reitor que apure todas as denúncias para o bem estar de toda a comunidade escolar, seja corpo docente ou discente.

Estamos de olho!

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *