Em discurso, Sóstenes fala sobre condenação de Lula, parabeniza o Judiciário e faz alerta aos colegas
9 de Fevereiro de 2018
Veto a Nova Lei da Adoção é derrubado no Congresso e Sóstenes Comemora
20 de Fevereiro de 2018

Intervenção: O Rio de Janeiro pede socorro

Prezados amigos,

 

Hoje (19) a noite, o Plenário da Câmara dos Deputados votará o decreto de intervenção federal no estado do Rio de Janeiro, assinado pelo presidente Michel Temer na sexta-feira passada (16).

Não tenho o poder da caneta do Executivo, só me resta o Legislativo e, no Legislativo, resta-me o poder de voto e a tribuna, para poder ser a voz de milhares de cidadãos fluminenses, seja da Capital, da Baixada Fluminense, da Região Serrana, da Região dos Lagos, do norte e noroeste fluminense, da Costa Verde, seja da região que for do Estado do Rio de Janeiro. Nós, cariocas e fluminenses, não suportamos mais tamanha violência.
Sou morador do Rio de Janeiro, e, nesse recesso parlamentar, três pessoas ligadas à nossa assessoria tiveram seus veículos roubados e foram assaltados. Eu convivo diariamente com isso e vejo o que está acontecendo nas ruas do Rio.

Assustou-me o anúncio de uma força tarefa no ano passado, mas devo reconhecer o grande esforço do Governo Federal em contribuir com a segurança pública, que é responsabilidade do Estado. Sei que tem sido feito um trabalho de inteligência, mas o Rio não suporta mais só inteligência, o Rio precisa de ação, e ação enérgica do Governo Federal. O Rio de Janeiro precisa das Forças Armadas nas ruas para transmitir segurança.

O carioca quer ver as Forças Armadas entrarem nos lugares onde estão os criminosos, em qualquer lugar no Estado, e não só nos lugares da Zona Sul, mas também na Baixada, na Região Serrana, na Região dos Lagos. Em Itaboraí, por exemplo, ninguém mais aguenta viver naquela reta! Coitados, eles são assaltados todo dia.
Nós queremos ver as Forças Armadas, junto com a Polícia Militar, entrarem nesses lugares, prenderem os bandidos, tirarem os fuzis das mãos deles. É isto que o povo carioca espera: decisão enérgica, com firmeza! É lógico que ninguém quer aqui — ainda mais nós que acreditamos no valor do ser humano — pregar a mortandade de ninguém, mas queremos pregar firmeza e autoridade.

O que está faltando no Rio de Janeiro neste momento… E não quero agora colocar a culpa só no Governo do Estado, haja vista essa ação conjunta, mas está faltando autoridade. O Rio de Janeiro neste momento vive uma crise de autoridade, o crime organizado está tomando conta do nosso Estado, e isso é inadmissível!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *